Terça, 07 de Julho de 2020
92 99494-2851
Polícia Polícia

Polícia investiga execução de blogueira e namorado com 79 tiros

Hipótese de acerto de contas pelo tráfico de drogas, tendo o rapaz como alvo,está sendo apurada. Antes de ir embora, bandidos atiraram no carro dele.

06/06/2020 19h53
Por: Redação1 Fonte: R7
Polícia investiga execução de blogueira e namorado com 79 tiros

A polícia do Rio Grande do Sul investiga o assassinato da blogueira Karuel Barbosa, de 25 anos, e de seu namorado Adair Brizola da Silva, conhecido como Índio, de 31 anos. O casal foi executado na noite de quinta-feira (4) com ao menos 79 tiros, na casa onde o rapaz morava, no município gaúcho de Araricá, cidade com cerca de cinco mil habitantes localizada a 1h30 de Porto Alegre. 

De acordo com a polícia, quatro criminosos pularam o muro e invadiram o condomínio com armas de calibres diferentes: 9 mm, .40, calibre 12 e um fuzil.  Cápsulas de fuzil foram encontradas no local do crime.

Os bandidos invadiram a sala, teriam trocado algumas palavras com as vítimas e começaram a atirar. A maioria dos disparos atingiu rosto e tronco das vítimas. 

Nenhuma hipótese é descartada, mas acredita-se que o motivo do crime tenha sido acerto de contas pelo tráfico de drogas e que o verdadeiro alvo era apenas Adair. Antes de irem embora, os criminosos ainda atiraram no carro do rapaz. Para a família, essa também parece ser a única explicação. "Eu tinha desconfiança, sabe? Porque um pai vê, né. Eu desconfiava. Um dia eu cobrei dela isso. 'Vem cá, ele não tá com coisa indevida?'. E ela ficou braba comigo", conta o pai da jovem. 

Adair que, segundo a polícia, não tinha profissão, tem antecedentes por porte de arma de fogo e crimes contra o sistema financeiro. A polícia também trabalha com a hipótese de execução por vingança.

Karuel e Adair namoravam há quase 4 anos, período em que a jovem passou a dividir o tempo entre a cidade de Campo Bom, onde vive a família, e Araricá, onde o namorado morava. Karuel não tinha antecedentes criminais. Além da internet, trabalhava como garçonete em um restaurante em Campo Bom. Em uma rede social, o estilo de vida que a jovem levava era compartilhado com quase 80 mil seguidores. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio