Terça, 07 de Julho de 2020
92 99494-2851
Política Política

CPI da Saúde chega à Susam e deputados têm acesso à cópias de contratos

A reunião teve a presença da oficial da pasta, Simone Papaiz.

04/06/2020 16h13
Por: Redação1
CPI da Saúde chega à Susam e deputados têm acesso à cópias de contratos

A ausência de apresentação de documentos durante inspeção realizada na última semana ao Hospital de Campanha da Nilton Lins levou, na tarde dessa quarta-feira (03), os membros titulares da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) a novo procedimento, desta vez na sede da Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

A reunião teve a presença da oficial da pasta, Simone Papaiz; e do ex-diretor do hospital anteriormente inspecionado, Thales Schincariol. Nesta ocasião, os deputados saíram da sede com a cópia de processos indenizatórios e contratos feitos com dispensa de licitação, que serão analisados durante as próximas semanas.

“Hoje a pasta gestora nos apresentou procedimento que, segundo a secretária, dará melhor direcionamento aos trabalhos e compartilhamento de informações. Há muito o que fazer, é fato. Ainda temos muitos contratos sem serem atestados porque não foram finalizados. Percebi que recorremos muito a processos indenizatórios e muitas questões precisam ser aceleradas pela atual gestão. Levamos da Susam alguns desses documentos para análise. Primeiramente para ter entendimento detalhado do procedimento adotado e viabilizar nossos questionamentos. Eu deixei claro hoje que quero acesso aos técnicos. Precisamos receber esclarecimentos do  porquê de demora na adoção de certais trâmites. Não podemos dar margem a desvio de conduta”, afirmou o presidente da comissão, deputado Delegado Péricles (PSL).

De acordo com o parlamentar, a comissão seguirá com questionamentos juntamente à secretaria  durante todo o processo de investigação. “Só queremos acesso aos dados. Tudo precisa estar dentro dos processos administrativo, técnico e fiscal corretos. A CPI foi instaurada com esse fim: ter acesso e analisar dados para ver se de fato o dinheiro público tem sido gerido da forma correta. É informação que nós queremos e a população precisa saber. Ela é sempre a maior beneficiada ou prejudicada pelo sistema público de saúde diariamente”, continuou.

Péricles reforçou, ainda, que novas inspeções devem ser agendadas para outras unidades gestoras e hospitalares no decorrer da CPI. “Preciso dizer que nossa preocupação é em desvendar a raiz e os motivos do agravamento do caos que vivemos antes e durante a pandemia. A transparência exigida aqui será semelhante para toda situação, toda gestão. Precisamos de respostas”, concluiu.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio