Segunda, 28 de Setembro de 2020
92 99494-2851
Saúde Saúde

CPI da Saúde agenda depoimentos para esclarecer contratos do Delphina

Atualmente o Governo do Estado paga, mensalmente, R$ 30 milhões mensais nesses contratos.

25/08/2020 08h22
Por: Redação1
CPI da Saúde agenda depoimentos para esclarecer contratos do Delphina

Em reunião interna, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde definiu, na tarde desta segunda-feira (24), a agenda de depoimentos para os próximos dias. No total, 13 pessoas ligadas à Organização Social (OS) Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), à Zona Norte Engenharia, Manutenção e Gestão de Serviços – Parceria Público-Privada (PPP) – e à Secretaria de Estado de Saúde (Susam) serão ouvidas para prestar esclarecimentos sobre a assinatura de contrato de gestão da unidade hospitalar, assim como sobre a fiscalização sobre a prestação de serviços desses prestadores de serviços. Atualmente o Governo do Estado paga, mensalmente, R$ 30 milhões mensais nesses dois contratos.

“Daremos, com esses depoimentos agendados hoje, continuidade às investigações sobre os contratos vigentes com a OS e a PPP. Para melhor esclarecimento de fatos, alguns depoentes serão, inclusive, ouvidos pela segunda vez por essa CPI. Hoje o estado paga valores cheios por serviços que têm sido executados apenas em 70% da sua totalidade, ou seja, pagamentos estão sendo realizados sem que ao menos eles tenham prestado aquele serviço. São os maiores contratos mantidos na saúde pelo estado. Não podem passar despercebidos durante nossas investigações”, afirmou o presidente da CPI, deputado estadual Delegado Péricles (PSL).

Estão confirmados para esta quarta-feira (26), depoimentos da presidente da Comissão de Acompanhamento do Contrato de Gestão 001/2019, Ana Paula Lemes Jesus dos Santos, às 14h; de Ana Liz Nascimento Barroso, membro da Comissão de Acompanhamento do Contrato de Gestão 001/2019,  às 15h; da analista da Comissão de Acompanhamento do Contrato de Gestão 001/2019, Virgínia Andrade, às 16h; e da gerente de Análise de Prestação de Contas (FES), Rosângela Lima e Silva, às 17h.

Na quinta-feira (27), serão ouvidos pela CPI, a contadora do INDSH, Thayane Cristina dos S. de Souza, às 15h30; o diretor assistencial corporativo do INDSH,  Sérgio Luz, às 16h30; e a diretora técnica do INDSH, Mayla Gabriela S. Borba, às 17h30. Já para sexta -feira (28), está confirmado diretor executivo do INDSH, o depoimento do José Luiz Gasparini, às 9h30; da diretora administrativa da Upa Campos Sales, Renata N. Duran, às 11h; e do ex-secretário executivo do Fundo Estadual de Saúde, Perserverando da Trindade Garcia Filho, às 14h30.

Já para a próxima segunda-feira (31), a Comissão aprovou a convocação da ex-secretária executiva SEAS Capital, Dayana Priscila Meijia de Souza, às 10h; e do ex-secretário de Saúde, Rodrigo Tobias, às 14h30. Na terça-feira (1), será ouvido o sócio da empresa Zona Norte Engenharia, Bernadino Marques Jr., às 14h30.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio